Grupo de Trabalho
Composição/Contatos
Agenda
INSTITUCIONAL
Definição
Áreas de Atuação
Importância
Etapas
Instrumentos
Estrutura
CONSÓRCIO PÚBLICO
Federal
Estadual
LEGISLAÇÃO
Implantação
Operacionalização
DOCUMENTOS CONSTITUTIVOS
Relação/Contatos
CONSÓRCIOS PÚBLICOS
NA BAHIA
 
 
Notícias
Fale Conosco
Links
 



Consórcio público e ponte Salvador-Itaparica são temas de encontro em Muritiba

 

Consórcio público é uma forma eficiente de juntar as prefeituras, especialmente, as pequenas, para resolver problemas que sozinhas é mais difícil, a exemplo da gestão dos resíduos sólidos e elaboração de planos diretores urbanos. Por isso, o Governo do Estado, por meio da secretarias do Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Urbano (Sedur), tem estimulado a cooperação e ação conjunta dos municípios, por meio da formação de consórcios. 
 
O tema foi debatido nesta segunda-feira (25), na Câmara Municipal de Muritiba, que sediou um encontro do Consórcio Intermunicipal de Organizaçäo, Modernizaçäo e Desenvolvimento Sustentável do Recôncavo Baiano (Cirb). 
 
O secretário do Planejamento da Bahia, José Sergio Gabrielli, lembrou que a Refinaria Landulpho Alves, na década de 50, trouxe muitas modificações no Recôncavo e, agora, a região deve passar por outra grande mudança, com a implantação do Estaleiro da Enseada do Paraguaçu. “Será um impacto profundo provocado por um conjunto de investimentos, nos próximos cinco a dez anos”, ressaltou Gabrielli, citando os investimentos previstos nos portos. 
 
Mudanças no tecido urbano de Salvador, observou Gabrielli, indicam uma realidade de expansão para a Ilha de Itaparica, o que torna necessária a criação de mecanismos para essa transferência. A solução mais adequada, defende o secretário, é a construção da ponte Salvador-Itaparica. “A ponte deve ser entendida como parte de uma redefinição e precisamos potencializar os efeitos positivos e minimizar os aspectos negativos, sendo necessário, por exemplo, revisar os planos diretores dos municípios impactados pelo empreendimento”, disse Gabrielli. 
 
O diretor da Seplan, Paulo Henrique de Almeida, apresentou, de forma mais detalhada, o plano de desenvolvimento socioeconômico da macro área de influência da ponte Salvador-Itaparica e levantou alguns questionamentos. “Como ordenar a urbanização na Ilha e como proteger outras cidades diretamente impactadas? O trabalho em parceria com as prefeituras e os estudos que estão sendo realizado será fundamental para solucionar estas questões de modo adequado”, afirma o diretor.
 
RESÍDUOS SÓLIDOS – A gestão dos resíduos sólidos foi abordada pelo chefe de gabinete da Sedur, Eduardo Copello. “A Política Nacional de Resíduos Sólidos exige responsabilidades dos municípios e o melhor caminho são os consórcios, sendo uma das vantagens a economicidade”, destacou. 

A Política Nacional de Resíduos Sólidos determina que, até agosto de 2014, haja o encerramento dos lixões e aponta a responsabilidade compartilhada da destinação final ambientalmente adequada. Em agosto de 2012, terminou o prazo para que estados e municípios concluíssem os seus planos de gestão de resíduos sólidos.
 
Estiveram presentes no evento prefeitos e representantes dos municípios de Muritiba, Nazaré, Vera Cruz, Itaparica, Salinas, Governador Mangabeira, Varzedo, Cabeceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Rafael Jambeiro, São Felipe e Muniz Ferreira.

 

 

FONTE: www.seplan.ba.gov.br



 
INFORMES


Cartilha Consórcios Públicos

Av. Tancredo Neves, 450 - Caminho das Árvores
Edifício Suarez Trade - 34º Andar CEP 41820-020
Salvador - Ba - Brasil
Tel: (71) 3116 5700 - Fax: (71) 3116 5705


Av. Luis Viana Filho, 2ª avenida, nº 250
CEP 41.745-003, CAB
Salvador - Bahia -Brasil
Tel: (71) 3115-3550